Português soft ?

9 de Julho, 2019 0 Por inventar

Dantes a malta fazia um carrinho de rolamentos com umas tábuas, uns rolamentos velhos do tractor e das máquinas dos nossos pais, e uns fios usados para os sacos e lá íamos para a descida explorar a velocidade louca. Hoje a malta mete-se em salas em eventos de “makers” ou vão aos “fablabs” usar umas máquinas interessantes que também podíamos ter em qualquer oficina se fossemos mais organizados e encerram o ano a sonhar nos “summits”. Tenho alguma dificuldade em perceber a necessidade de usar palavras em inglês para designar qualquer coisa aparentemente nova mesmo quando já a fazíamos no tempo da nossa infância e em vez de “makers” lhe chamávamos simplesmente engenhocas ou habilidoso.

Um rebranding para melhorar o marketing 🙂

Importamos tudo em formatos, seja inovações, seja concursos da tv que já enjoam e desvalorizamos a iniciativa e a criatividade nacional. Vinha a pensar nisto quando num café vi uma máquina de “vending” de tabaco anunciar que o vetusto português suave se chama agora português “soft”! Esta foi a gota de água! A minha salvação é que posso escrever um “post” no meu “blog” e assim acalmar a minha indignação “light”…

Alojamento Cloud