Homenagem às motos de Portugal

17 de Março, 2018 0 Por inventar

A casa do design de Matosinhos hospedou entre setembro de 2017 e janeiro de 2018 uma bonita exposição de motos de Portugal com curadoria de Emanuel Barbosa e organização pela Câmara Municipal de Matosinhos e Escola Superior de Artes e Design (ESAD). O Inventar em Portugal (IeP) passou por lá e quer deixar aqui umas palavras de agradecimento à organização e também alguns comentários relativos a pelo menos alguns dos exemplares expostos, focando-se nas motos de fabrico nacional, que eram a maioria, sem preocupação de ser exaustivo.

Macal Enduro com motor Casal
Casal 125 com refrigeração a ar

Se as motos acima (Macal Enduro e Casal 125) podem ser consideradas modelos intemporais que combinam beleza com simplicidade, o mesmo não se poderá dizer da Casal K260, com motor de 125 c.c. apesar de ter alguns elementos inovadores como a parte traseira em monopeça de um material diferente do habitual. Salienta-se a K165 de 1976 Minilady cujas linhas elegantes em nada ficam a dever à mais jovem Casal Bossini de 1992.

Casal K260
Casal K165 Minilady (1976)

Quanto a motores, estava presente uma marca talvez menos conhecida que é a motores Alma e uma bem mais conhecida como a Pachancho e ainda um interessante protótipo bicilindrico Rito. A Rito continua ainda hoje a produzir componentes para motores segundo a informação disponibilizada.

Protótipo cilíndrico Rito